Notícias

Símbolos da Páscoa - coelhos por que?

Alunos do Infantil celebram a Páscoa e conhecem um pouco mais sobre a simbollogia do coelho e o ovo de Páscoa.


1.jpg
Clique para ampliar
2.jpg
Clique para ampliar
3.jpg
Clique para ampliar

A maior celebração cristã (junto com o Natal, claro) tem sua origem na festa judaica do Pessach – que significa “passagem” em hebraico, uma referência à saída dos judeus do Egito e sua libertação da escravidão, com a chegada à terra prometida sob a liderança de Moisés. Durante a festa judaica, o ovo – um dos únicos alimentos que não perde a forma depois de cozido – é utilizado como símbolo do povo de Israel. Em determinado momento, o chefe de família se levanta e diz: “O povo de Israel é como esse ovo, que, quanto mais cozido na dor e no sofrimento, mais preserva sua unidade e sua identidade”. (Evidentemente, naquela época o ovo ainda não era de chocolate.) A comemoração foi adaptada pelo cristianismo para relembrar a ressurreição de Cristo, que também representa a renovação da vida. “Já o coelho foi uma forma de popularizar a festa”, diz Maria Ângela de Almeida, teóloga da PUC-SP.

Desde o antigo Egito, o animal era símbolo da fertilidade devido à sua incrível capacidade de procriação. “O Pessach teve origem em ritos tribais, cujo objetivo era celebrar a paz entre os povos. O cordeiro era repartido entre os chefes das tribos, num jantar comunitário que reforçava suas alianças. Nesse contexto, o coelho veio substituir o cordeiro”, afirma Maria Ângela.

Fonte: Mundo Estranho

Postado por: Instituto José Publicado em: 17/04/2017 Mais notícias

Trabalhe conosco

Clique no botão abaixo para preencher um pré-cadastro que ficará em nosso banco de currículos para futuras consultas.

Enviar Currículo

Sistema Acadêmico Financeiro

Esqueceu ou não possui senha?